Ensino de Sociologia

Licenciatura em Ciências Sociais e Sociologia no Ensino Médio
Subscribe

Direito de Ser Adolescente

março 08, 2012 By: polart Category: bibliografia

Está disponível para download o relatório 2011 da Unicef “O Direito de Ser Adolescente: oportunidades para reduzir vulnerabilidades e superar desigualdades”. O relatório tem importantes informações, dados e análises sobre a situação da adolescência no Brasil.

Download

 

Seminário Juventude

setembro 27, 2010 By: polart Category: aula, bibliografia

Disciplina Estágio III – material para preparação do seminário.

Juarez Dayrell & Juliana Batista Reis: Juventude e Escola: Reflexões sobre o
Ensino da Sociologia no Ensino médio: Artigo-PDF

Rosa Maria Bueno Fischer. Mídia e educação: em cena, modos de existência jovem.
Educar em Revista, n°26, Curitiba: Ed.UFPR, 2005.

Maria Virgínia de Freitas (org.) Juventude e Adolescência no Brasil: referências conceituais, São Paulo: Ação Educativa, 2005: Publicação Integral PDF

Sposito, Marilia (org.) Juventude e Contemporaneidade. – Brasília : UNESCO, MEC, ANPEd, 2007. 284 p. Relatório Integral – PDF

Juventude e políticas sociais no Brasil / organizadores: Jorge Abrahão de Castro, Luseni Maria C. de Aquino,
Carla Coelho de Andrade. – Brasília : Ipea, 2009. 303 p.

Juventude e escolarização (1980-1998) / Coordenação: Marilia Pontes Sposito. – Brasília: MEC/Inep/Comped, 2002. 221 p. Relatório Integral – PDF

Juventude, educação e campo simbólico

setembro 21, 2010 By: polart Category: bibliografia

Juventude, educação e campo simbólico

Maria Teresa Canesin Guimarães

Baixe o PDF:

Juventude, educação e campo simbólico

Quase 15% dos adolescentes de 15 a 17 anos estão fora da escola

setembro 17, 2010 By: polart Category: notícia

17/09/201010h02

Quase 15% dos adolescentes de 15 a 17 anos estão fora da escola

VERENA FORNETTI
DO RIO

Se, por um lado, a escolarização das crianças e adolescentes de 7 a 14 anos se universalizou nos anos 1990, a frequência escolar dos brasileiros que deveriam estar no ensino médio avança em ritmo mais lento.

No ano passado, 14,8% dos adolescentes de 15 a 17 anos estavam fora da escola, segundo pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada nesta sexta-feira. O número representa avanço em relação ao ano anterior, quando 15,9% dos jovens na faixa etária não frequentavam a escola. Em 2008, essa taxa de inclusão avançou depois de cinco anos de estagnação.

O IBGE destaca que houve uma melhora nos indicadores referentes ao ensino médio no país. Mas ressalva que metade desses alunos ainda não estão cursando a série adequada para a sua idade. 50,9% dos estudantes de 15 a 17 anos frequentam a série correspondente à sua faixa etária. Em 2004, esse percentual era de 44,2% e, em 1999, de 32,7%.

Para o instituto de pesquisa, a taxa está ligada ao atraso no ensino fundamental. “É fato constatado que a maioria das crianças brasileiras ingressam nesse ciclo sem antes ter cursado o pré-escolar, o que acarreta um atraso de em média dois anos.”

Ana Lucia Saboia, gerente de Indicadores Sociais do IBGE, afirma que, embora a educação melhore no país, o ritmo é moderado. “O sistema educacional do país sempre foi muito frágil. A gente não consegue chegar à média de oito anos de estudo da população, apesar de todos os avanços pelos quais o país tem passado nos últimos anos.”

Em média, o brasileiro com 15 anos ou mais tinha 7,5 anos de estudo em 2009. De acordo com o instituto de pesquisa, o Brasil fica atrás de outros países com o mesmo nível de desenvolvimento econômico.

ANALFABETISMO

A taxa de analfabetismo caiu no ano passado e atingiu 9,7%. Em 2008, a taxa era 10% e, em 1999, 13,3%. Segundo o IBGE, o analfabetismo no país se concentra entre os mais velhos.

Do total de analfabetos, 33% têm 60 anos ou mais, 10,2% são pretos, 58,8% são pardos e 52,2% estão no Nordeste.

http://www1.folha.uol.com.br/saber/800279-quase-15-dos-adolescentes-de-15-a-17-anos-estao-fora-da-escola.shtml

Conversa sobre Trabalho e Juventude

maio 25, 2010 By: polart Category: aula, bibliografia

Nesta sexta-feira, dia 28 de maio, iremos discutir algumas questões relativas à educação, juventude e trabalho. Na ocasião, serão apresentados materiais (dados empíricos, referencias legais e teóricas) para que possamos pensar e discutir o tema em sua relação com os projetos de estágio. Segue abaixo, um conjunto de materiais com orientações para a leitura.

Texto: DELUIZ, Neise: O Modelo das Competências Profissionais no Mundo do Trabalho e na Educação. http://www.senac.br/INFORMATIVO/BTS/273/boltec273b.htm

Relatórios:

Jovens e Trabalho no Brasil: desigualdades e desafios para as políticas públicas – todo o relatório.

Que Ensino Médio Queremos? – ver páginas 73-93

Referências legais: (buscar nos textos referências à relação entre “educação e trabalho”)

DCNs – Diretrizes Curriculares Nacionais sobre o Ensino Médio

PCNs – Parâmetros Curriculares Nacionais: ver parte referente à Sociologia

Que ensino médio queremos?

maio 24, 2010 By: polart Category: evento

ana-paula-corti-IMG_0480-peq

Palestra: Desafios do Ensino Médio

Com Ana Paula Corti, pesquisadora da instituição Ação Educativa, Mestre em Sociologia, co-autora dos livros “Letramentos no Ensino Médio”, “Diálogos com o mundo juvenil” e “O Encontro das Culturas Juvenis com a escola”.

A apresentação abordou questões relativas ao Ensino Médio, tanto do ponto de vista das políticas públicas para esta área, como das expectativas e situações vividas pela juventude. Para esta palestra a pesquisadora tomou como ponto de partida a pesquisa “Que Ensino Médio Queremos?” Para saber mais sobre este projeto, faça o download do relatório final, publicado na forma de um livro, disponível no link: Que Ensino Médio Queremos?

Para acessar os slides utilizados na apresentação (arquivo PDF), clique aqui: Ana-Paula-Corti-apresentacao_Unifesp-2010

Realizada:

Dia: Sexta-feira, 7 de maio.
Hora: 18hs
Local: Sala 8 – Prédio I, Unifesp-Guarulhos.

Editoras disponibilizam livros em versão digital

março 31, 2010 By: admin Category: bibliografia, sites e portais

Algumas ONGS e editoras estão dispobilizando seus livros e relatórios em versão digital.

Em se tratando de educação, juventude, ensino médio, igualdade racial recomendo o link da Ação Educativa. Lá vocês encontrarão em versão PDF alguns dos livros/revistas que apresentei na sala de aula.

Ação Educativa

http://www.acaoeducativa.org.br/portal/index.php?option=com_booklibrary&task=showCategory&catid=29&Itemid=124

Fundação Perseu Abramo

http://www.fpabramo.org.br/bibliotecadigital

Cultura Acadêmica Editora (Pós-Graduação – UNESP)

http://www.culturaacademica.com.br/index.asp

Editora e Livraria Instituto Paulo Freire

http://www.paulofreire.org/Crpf/WebHome (por hora os livros estão ficando nesta página, logo serão migrados para a página da editora)

Sobre a juventude

março 27, 2010 By: admin Category: artigo

Fonte: Eric Silvade Andrade – Projeto Viração – www.viracao.org.br

Na Assembléia Mundial da Juventude Urbana, realizada nos últimos dias 19 e 20, o jovem Renato Gardel, de 18 anos, que participa da Plataforma do Centros Urbanos no Rio deJaneiro, falou no Fórum para jovens e adultos de várias partes do mundo. O evento fez parte da programação do 5º Fórum Urbano Mundial que está acontecendo no RJ.

Bom Dia!
Eu habito a Cidade de Deus.
Eu habito a Cidade do Rio de Janeiro.
Em mim habita uma juventude.
Eu tenho uma história.
Eu vim da Bahia.
Fui adotado, e vim para o Rio.
No meu pai, habitou a violência,
E as cidades se habituaram ao ilícito, ao perigo e ao errado.
E se habituaram também a subestimar o potencial dos seus jovens.
Isso me incomoda.
Escuto: O Jovem é instável
Tá certo, é verdade e eu pergunto: e a economia no mundo? E os casamentos? E a política?

(mais…)

Pesquisa sobre recrutamento de jovens para o tráfico

dezembro 21, 2009 By: polart Category: entrevista

Entrevista com Cientista Social, Silvia Ramos, sobre modos de participação e recrutamento de jovens no tráfico.

Fonte: UOL

Sexo e poder são os principais atrativos para recrutamento de jovens para o tráfico

Marina Lemle, Especial para o UOL Notícias, No Rio de Janeiro

A sensação do poder armado e a conseqüente facilidade de conquistar mulheres são os grandes estímulos que levam crianças, adolescentes e jovens a entrarem para o tráfico, já que a atividade não rende mais financeiramente o que rendia há alguns anos. Essa é uma das principais conclusões da pesquisa “Meninos do Rio: jovens, violência armada e polícia nas favelas cariocas”, lançada nesta segunda-feira no Rio de Janeiro. O estudo foi promovido pelo Unicef e coordenado pela cientista social Silvia Ramos, coordenadora do Centro de Estudos de Criminalidade e Cidadania (Cesec), da Universidade Candido Mendes.

(mais…)

Teste galeria imagens

outubro 01, 2009 By: polart Category: imagem