Ensino de Sociologia

Licenciatura em Ciências Sociais e Sociologia no Ensino Médio
Subscribe

Estagio I – 2009

Disciplina oferecida no curso de Ciências Sociais da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP – Campus Guarulhos


PROGRAMA – Disciplina Estágio I – segundo semestre 2009

Apresentação do Curso (01 sessão)

UNIDADE I – O Período Autoritário (03 sessões)

1.1 Estágio e docência: novas diretrizes curriculares para a formação de professores

*PIMENTA, Selma Garrido. Estágio na formação de professores: unidade teoria e prática. São Paulo, Cortez, 2006.

*ZEICHNER, K. M. O praticum. In: NÓVOA, António. Os professores e sua formação. Lisboa, Dom Quixote, 1995.

PIMENTA, Selma Garrido. Estágio e docência. São Paulo. Cortez, 2008.

BRASIL. Diretrizes curriculares nacionais para a formação de professores da Educação Básica, em nível superior, curso licenciatura, de graduação plena (Resolução CNE/CP nº 1.18/02/2002).

1.2 – Ciências Sociais após 1964: o saber disciplinar do professor

FREITAG, Bárbara. Política educacional de 1964 a 1975. In: Escola, Estado e Sociedade. São Paulo, Ed. Moraes, 1986.

TARDIFF, Maurice. “Saberes profissionais dos professores e conhecimento universitário”. In: Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, vozes, 2007.

NADAI, Elza. “Estudos sociais no primeiro grau”. Em aberto v. 7, nº 37, Brasília, 1988.

FERNANDES, Florestan. O ensino de sociologia na escola secundária brasileira. In: A sociologia

1ª Orientação ao pré-projeto e atividade extraclasse

Materiais de Pesquisa

  1. Livros Didáticos: Educação Moral e Cívica, OSPB (Organização Social e Política do Brasil) Estudos Sociais, História e Geografia.

Sugestão. Proponho que os alunos pesquisem antigos livros didáticos em sebos, bibliotecas comunitárias, bibliotecas municipais, entrevistem professores e antigos alunos.

  1. Diretrizes Curriculares Nacionais, Propostas Curriculares para o Estado de S. Paulo

UNIDADE II – A Transição Democrática (03 sessões)

2.1. A sociologia no ensino de 2º Grau e o contexto da redemocratização

FERNANDES, Florestan. O ensino de sociologia na escola secundária brasileira. In: A sociologia no Brasil. Petrópolis, Vozes, 1973.

MACIEL, Maria. Tendência das ciências sociais no Brasil: do autoritarismo à redemocratização. Brasília, UnB, Série Sociologia, nº 60.

CEDI, Apeoesp dez anos 1978-1988: memória dos professores do ensino público estadual paulista. São Paulo, CEDI, 1993.

SANTORO, Luis Fernando (direção) Vídeo – Sindicalização.

2.2. Escola, cotidiano e a 1ª Proposta Curricular de Sociologia (1986).

MACHADO, Olavo. O ensino de ciências sociais no nível médio. Dissertação de mestrado, FEUSP, mimeo, 1996.

SÃO PAULO (Estado), Secretaria da Educação CENP – Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas. Proposta de conteúdo programático para a disciplina de sociologia: 2º Grau, São Paulo SEESP, 1986.

EZPELETA, Justa & ROCKWELL, Elsie. A escola: relato de um processo inacabado de construção. In: Pesquisa participante. São Paulo, Cortez, 1989 (1986, 1ª Ed.)

2ª Orientação ao pré-projeto e atividades extraclasse

2.3 Práticas de Ensino de Sociologia: revisitando experiências pioneiras

PENTEADO, Heloisa D. O. “prática de ensino de Ciências Sociais: uma primeira aproximação da situação atual do ensino de sociologia no segundo grau no estado de São Paulo (1984)”. In: A formação do professor e a prática de ensino. São Paulo, Pioneira, 1984.

TAKAGI, Cassiani T. T. Ensinar sociologia: análise dos recursos do ensino na escola média. FE-USP, Dissertação de mestrado, 2007.

MACHADO, Celso. “O ensino de sociologia na escola secundária brasileira: levantamento preliminar”. Revista da Faculdade de Educação, 13 (1): 115-148 jan./jun, São Paulo, FEUSP, 1987.

Materiais de Pesquisa

1. Livros didáticos de sociologia

COSTA, Maria Cristina C. Sociologia: introdução à ciência da sociedade. São Paulo, Moderna, 1987.

GALLIANO, A. G. Introdução à sociologia. São Paulo, Harbra, 1981.

LAKATOS, Eva Maria. Sociologia geral. São Paulo, Atlas, 1982.

MARTINS, Carlos B. O que é sociologia. São Paulo, Brasiliense, 1984.

MEKSENAS, Paulo. Aprendendo sociologia: a paixão de conhecer. São Paulo, Loyola, 1988.

TOMAZI, Nelson D. Iniciação à sociologia. São Paulo, Atual, 2000.

2. Legislação e Propostas Curriculares

Lei 7044/82

SÃO PAULO (Estado), Secretaria da Educação CENP – Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas. Proposta de conteúdo programático para a disciplina de sociologia: 2º Grau, São Paulo SEESP, 1986.

________. Ciências Sociais – Coletânea de textos, São Paulo, SEESP, 1986.

________. Proposta para o ensino de sociologia 2º Grau. São Paulo, SEESP, 1992.

3ª Orientação ao pré-projeto e atividades extraclasse

UNIDADE III – A Educação Inclusiva (03 sessões)

3.1 Ciências Sociais e Parâmetros Curriculares: o tema da juventude

VALENTE, Ana Lúcia F. Educação e diversidade cultural: um desafio da atualidade. São Paulo, Moderna, 1999.

ZALUAR, Alba. Cidadãos não vão ao paraíso: juventude e política educacional. S. Paulo/Campinas, Escuta/Unicamp, 1994.

TEIXEIRA, Maria Cecília Sanchez. Imaginário do medo e cultura da violência na escola. Niterói, Intertexto, 2004

BRASIL, Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Parecer CEB n. 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio.

3.2 Etnografia da escola: a escola enquanto objeto de investigação

TEIXEIRA, Maria Cecília Sanchez. Antropologia, cotidiano e educação. Rio de Janeiro, Imago, 1990.

ANDRÉ, Marli. A etnografia da prática escolar. 8 ed. Campinas, Papirus, 1995.

_________. Pesquisa sobre a escola e pesquisas no cotidiano da escola. Eccos. Revista Científica, v.10, p. 133-145, 2008.

3.3 Temas Transversais e pluralismo cultural

MOREIRA, A. Flávio & SILVA, Tomás T. Currículo, cultura e sociedade. São Paulo, Cortez, 2000.

LOPES, Alice R. “Pluralismo cultural em políticas de currículo nacional”. In: MOREIRA, Antonio Flávio M. Currículo política e práticas. Campinas, Papirus, 2001.

SILVA, José Carlos G. Cultura afro-brasileira e patrimônios culturais africanos nos currículos escolares: breve memória de lutas por uma educação inclusiva. Texto aceito para publicação, Revista da Faculdade de Educação FEA-USP.

4ª Apresentação do pré-projeto e atividade extraclasse (03)

Materiais de pesquisa

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais – Sociologia.

SÃO PAULO (Estado) Proposta Curricular da SEESP (2009)

BRASIL, Diretrizes curriculares nacionais para o ensino de Relações Étnico-Raciais e para o ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana, Brasília, MEC, 2004.

Documentos oficiais

BRASIL, GOVERNO FEDERAL. Lei nº 9394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

BRASIL, MEC, SESU, CNE, CEB. Resolução 3, de 26 de junho de 1998. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio.

BRASIL, Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Parecer CEB n. 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio.

BRASIL MEC/SESU. Diretrizes Curriculares para os Cursos de Graduação em Ciências Sociais. Brasília, 1999.

BRASIL, MEC, SEMEC. Parâmetros Curriculares para o Ensino Médio. Área Ciências Humanas e suas Tecnologias, 1999.

BRASIL, Secretaria de Ensino Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais – Sociologia.

BRASIL, Diretrizes curriculares nacionais para o ensino de Relações Étnico-Raciais e para o ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana, Brasília, MEC, 2004.

UNIDADE IV (04 sessões)

Orientação ao pré-projeto e apresentação do Relatório Final

UNIDADE I, II, III (09 sessões); Unidade IV (04 sessões)

II SECS = 01 sessão

Prova = 01 sessão

Total: 15 sessões

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.