Ensino de Sociologia

Licenciatura em Ciências Sociais e Sociologia no Ensino Médio
Subscribe

Ciências Sociais e Educação – 2012

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO (UNIFESP)
CURSO: CIÊNCIAS SOCIAIS

Unidade Curricular: Ciências Sociais e Educação

Prof. Dr. Davisson Charles Cangussu de Souza
Prof. Dr. José Lindomar Coelho Albuquerque

 

Justificativa

As discussões sobre educação feitas pelas Ciências Sociais são de fundamental importância tanto para os interessados em pesquisar o tema como para aqueles que buscam fundamentação teórica para atuar como docente. O retorno da Sociologia ao Ensino Médio vem tornando cada vez mais relevante a retomada desse campo de investigação, o que exige a revisita aos clássicos da matéria. No caso brasileiro, é necessário levar em conta, ainda, as principais produções realizadas, a partir dos anos 1930, com o Manifesto dos Pioneiros proposto pelo movimento escolanovista. A Sociologia da Educação conheceu seu auge entre as décadas de 1950 e 1970, no contexto de consolidação da estrutura universitária do país, e buscou dialogar com o movimento de democratização e de resistência à ditadura, inspirada por concepções pedagógicas liberais, populares e revolucionárias. A retomada deste debate teórico e histórico pretende fornecer algumas ferramentas conceituais para problematizar o atual estado da educação no país. Para tanto, é necessário fazer uma reflexão metodológica e epistemológica das principais teorias educacionais das Ciências Sociais e do pensamento social brasileiro.

OBJETIVOS GERAIS:

– Introduzir o debate sobre educação, localizando as concepções sobre o tema presentes na obra dos clássicos e das principais teorias educacionais a partir de distintas matrizes de pensamento das Ciências Sociais.

– Abordar as principais produções teóricas sobre a educação realizadas no Brasil por autores das Ciências Sociais brasileiras e sua relação com o contexto social e educacional do país.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

– Estimular o debate teórico acerca da relação entre Educação e Sociedade a partir de fundamentos metodológicos e epistemológicos.

– Propiciar aos estudantes um repertório conceitual para que possam problematizar as principais discussões feitas pelas Ciências Sociais sobre a Educação: a relação entre as desigualdades educacionais e as desigualdades sociais, as políticas do Estado para a educação, a relação entre escola e trabalho e as particularidades da profissão docente.

– Problematizar a história da educação no Brasil, buscando relacionar as políticas de Estado, as propostas pedagógicas e as teorias educacionais com o contexto político-ideológico, cultural e econômico do país.

EMENTA

A disciplina busca fazer uma problematização teórica e empírica sobre temáticas educacionais a partir das Ciências Sociais, tendo como referência os autores clássicos da disciplina e as experiências históricas recentes, especialmente brasileiras. O docente responsável poderá partir dos seguintes eixos norteadores: Teoria social e educação; Sociologia da educação; Ciências Sociais e Educação no Brasil; Poder e política nos processos educacionais; Cidadania e políticas públicas para a educação; Educação e diferença; Educação e desigualdades sociais; Escola e educação; Juventude, educação e trabalho; Cultura, educação e socialização.

AVALIAÇÃO

A avaliação será composta por um Roteiro de Discussão, no Módulo I (50%), e um Seminário, no Módulo II (50%).

Módulo I:

O Roteiro de Discussão deverá conter: 1) pelo menos três questões problematizadoras elaboradas a partir da leitura obrigatória; 2) um comentário sobre as principais idéias do autor discutido, articulado com alguma questão da prática social atual levantada a partir de uma matéria jornalística, de dados estatísticos, de relatos de estágio, etc.; 3) um breve resumo de um dos textos da bibliografia complementar, destacando seu tema principal e sua conexão com a leitura obrigatória. O trabalho deverá conter pelo menos três laudas. Deverá ser entregue no dia da aula, pois será utilizado para conduzir a discussão.

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

MÓDULO I – TEORIA SOCIAL E EDUCAÇÃO

  • 4/03: Aula 1 – Apresentação do curso

  • 11/03: –

  • 18/03: Aula 2 – MARX (1818-1883) e ENGELS (1820-1895)

Leitura obrigatória:

MARX, K; ENGELS, F. Textos sobre educação e ensino (pp. 23-109). São Paulo: Centauro, 2004. (370.1 / M392t).

Bibliografia complementar:

LOMBARDI, José Claudinei. “A educação e a Comuna de Paris: contribuição ao debate comemorativo dos 130 anos” (pp. 157-168). In: BOITO JR., A. A Comuna de Paris na História. São Paulo: Xamã, 2001. (944.0812 / C741).

MANACORDA, Mario Alighiero. Marx e a pedagogia moderna. (2ª. Ed. rev.). (Parte 1: “A ‘pedagogia’ marxiana”, pp. 35-121). Campinas-SP: Alínea Editora, 2010.

MARX, K. O Capital. (cap. XIII: “A maquinaria e a grande indústria”, item 9: “Legislação fabril inglesa, suas disposições relativas à higiene e à educação, e sua generalização a toda produção social”, pp. 550-575). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1982. (335.4 / M392c).

SAES, Décio A. M.. “Educação e socialismo” (pp. 29-40). In: BOITO JR., Armando et. al. Marxismo e socialismo no século 21. Campinas-SP: Unicamp/IFCH; Xamã, 2005.

SAVIANI, Dermeval. “Pedagogia socialista: concepção e problemas atuais” (pp. 41-56). In: BOITO JR., Armando et. al. Marxismo e socialismo no século 21. Campinas-SP: Unicamp/IFCH; Xamã, 2005.

  • 25/03: Aula 3 – DURKHEIM (1858-1917)

Leitura obrigatória:

DURKHEIM, Émile. Educação e sociologia. 11ª ed. (pp. 33-91) São Paulo: Melhoramentos; Rio de Janeiro: Fundação Material Escolar, 1978. (370.19 / D963e).

Bibliografia complementar:

FAUCONNET, Paul. “A obra pedagógica de Durkheim” (pp. 9-31). In: DURKHEIM, Émile. Educação e sociologia. 11ª ed. São Paulo: Melhoramentos; Rio de Janeiro: Fundação Material Escolar, 1978.

PIAGET, Jean. O juízo moral na criança. (cap. 4: “As duas morais da criança e os tipos de relações sociais”, itens: 1. “As teses de Durkheim e Fauconnet sobre a responsabilidade”; 2. “A doutrina da autoridade moral segundo Durkheim: I. Introdução”; 3. “A doutrina da autoridade moral segundo Durkheim: I. A educação moral”, pp. 244-276). São Paulo: Summus, [1932]1994. (155.4 / P579j).

  • 01/04: AULA 4 – WEBER (1864-1920)

Leitura obrigatória:

WEBER, Max. Ensaios de Sociologia. (cap. VIII: “Burocracia”, pp. 229-282). Rio de Janeiro: Zahar, 1978. (301 / W375e).

Bibliografia complementar:

WEBER, Max. Ensaios de Sociologia. (cap. XVII: “Os letrados chineses”, pp. 471-501). Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

BLAU, Peter M. “Componentes burocráticos dos sistemas escolares” (pp. 150-162). In: PEREIRA, Luiz e PEREIRA, Luiz e FORACCHI, Marialice (Orgs.). Educação e Sociedade. São Paulo: Cia Editora Nacional, 1977.

MILLS, C. Wright. “Educação e classe social” (pp. 268-286). In: PEREIRA, Luiz e PEREIRA, Luiz e FORACCHI, Marialice (Orgs.). Educação e Sociedade. São Paulo: Cia Editora Nacional, [1951]1977.

  • 08/04: Aula 5 – GRAMSCI (1891-1937)

Leitura obrigatória:

GRAMSCI, Antonio. Os intelectuais e a organização da cultura. (“A formação dos intelectuais”, pp. 3-23; “A organização da escola e da cultura”, pp. 117-127; “Para a investigação do princípio educativo”, pp. 129-139; “Notas esparsas”, pp. 141-151) Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1968. (AC305.552 / G747i).

Bibliografia complementar:

MANACORDA, Mario Alighiero. Marx e a pedagogia moderna. (2ª. Ed. rev.). (cap. 6: “A Pedagogia marxista na Itália: Antonio Gramsci”, pp. 141-154). Campinas-SP: Alínea Editora, 2010.

SOARES, Rosemary Dore. Educação, reprodução e luta ideológica: Marx, Lenin, Gramsci e a escola. In: BOITO JR., A. et. al. Marxismo e Ciências Humanas. São Paulo: Xamã Editora, 2003, pp. 311-326.

  • 15/04: Aula 6 – Educação, democracia e desenvolvimento – Karl MANNHEIM (1893-1947) e Theodore SCHULTZ (1902-1998)

Leitura obrigatória:

MANNHEIM, Karl. “A Educação como técnica social” (pp.88-90). In: PEREIRA, Luiz e PEREIRA, Luiz e FORACCHI, Marialice (Orgs.). Educação e Sociedade. São Paulo: Cia Editora Nacional, 1977.

MANNHEIM, Karl; STEWART, W. A. C. Introdução à sociologia da educação. (Primeira Parte: “Questões teóricas”, pp. 25-72). São Paulo: Editora Cultrix, [1963].

SCHULTZ, Theodor. O valor econômico da educação. (Cap. I: “Fatores econômicos da educação”, pp. 16-35). Rio de Janeiro: Zahar Editores, [1963]1967.

Bibliografia complementar:

SCHULTZ, Theodor. O valor econômico da educação. (Cap. II: “Custo da educação”, pp. 36-53; Cap. III: “Valor econômico da educação”, pp. 54-87). Rio de Janeiro: Zahar Editores, [1963]1967.

MANNHEIM, Karl. “A crise da sociedade contemporânea” (pp.321-342). In: PEREIRA, Luiz e PEREIRA, Luiz e FORACCHI, Marialice (Orgs.). Educação e Sociedade. São Paulo: Cia Editora Nacional, 1977.

MANNHEIM, Karl. “‘Planificação democrática’ e educação” (pp.343-356). In: PEREIRA, Luiz e PEREIRA, Luiz e FORACCHI, Marialice (Orgs.). Educação e Sociedade. São Paulo: Cia Editora Nacional, 1977.

MANNHEIM, Karl; STEWART, W. A. C. Introdução à sociologia da educação. (Quarta Parte: “Fatores sociológicos”, pp. 141-180; Quinta Parte: “Conclusão”: pp. 193-190). São Paulo: Editora Cultrix, [1963].

  • 22/04: FERIADO

  • 29/04: Aula 7 – A chamada Escola crítico-reprodutivista: Louis ALTHUSSER (1918-1990)

Leitura obrigatória:

ALTHUSSER, Louis. Sobre a reprodução. (“Ideologia e aparelhos ideológicos do Estado: notas para uma pesquisa”, pp. 253-294). Petrópolis-RJ: Vozes, [1969]1999. (ALTHUSSER, Louis. Aparelhos ideológicos de Estado: nota sobre os aparelhos ideológicos de estado. 10. ed. Rio de Janeiro: Graal, [1969]2007, 127 p). (320.01 / A467a).

Bibliografia complementar:

ALTHUSSER, Louis. Sobre a reprodução. (“Nota sobre os Aparelhos Ideológicos de Estado”, pp. 239-252). Petrópolis-RJ: Vozes, [1969]1999.

BAUDELOT, C.; ESTABLET, R. La escuela capitalista. Madrid-España: Siglo Veintiuno Editores, [1970]1975.

CASSIN, Marcos. Louis Althusser e a sua contribuição para a sociologia da educação. In: BOITO JR., A. et. al. Marxismo e Ciências Humanas. São Paulo: Xamã Editora, 2003, pp. 327-337.

  • 06/05: Aula 8 – A chamada Escola crítico-reprodutivista: Pierre BOURDIEU (1930-2002)

Leitura obrigatória:

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean Claude. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino (livro 1: “Fundamentos de uma teoria da violência simbólica”, pp. 15-75). Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves Editora, [1970]1975. (301.01 / P287r).

Bibliografia complementar:

CATANI, Afrânio Mendes. Educação, violência simbólica, capitais (cultural e social) e destino. In: BOITO JR., A. et. al. Marxismo e Ciências Humanas. São Paulo: Xamã Editora, 2003, pp. 297-310.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean Claude. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino (livro 2, pp. 79-226). Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves Editora, [1970]1975.

NOGUEIRA, Maria Alice; NOGUEIRA, Claudio Marques M. A Sociologia da Educação de Pierre Bourdieu: limites e contriduições. Educação & Sociedade, ano XXIII, no. 78, pp. 36, abril/2002.

BIBLIOGRAFIA DE REFERÊNCIA:

APPLE, Michael W. Educação e poder. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofia da Educação. São Paulo: Moderna, 1986.

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. História da Educação. São Paulo: Moderna, 1989.

BOURDIEU, Pierre. Escritos de educação. Nogueira, Maria Alice (org.); Catani, Afrânio (org.). 8ª.ed. Petrópolis: Vozes, 2006.

DEWEY, John. Vida e educação. São Paulo: Melhoramentos, 1967.

FREITAG, Bárbara. Escola, Estado e Sociedade. São Paulo: Edart, 1978.

LIPIANSKY, Edmond Marc. A pedagogia libertária. São Paulo: Imaginário; Editora da Universidade Federal do Amazonas, 2007.

MARIÁTEGUI, José Carlos. Sobre educação. São Paulo: Xamã, 2007.

NOGUEIRA, Maria Alice; NOGUEIRA, Cláudio M. Martins. Bourdieu & a educação. 2ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. 149 p. (Pensadores & educadores; v. 4).

PISTRAK, M. Fundamentos da escola do trabalho. São Paulo: Expressão Popular, 2000.

RODRIGUES, Alberto Tosi. Sociologia da Educação. (4ª. Ed.) Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

SARUP, Madan. Marxismo e educação: abordagem fenomenológica e marxista da educação. Rio de Janeiro: Guanabara, [1978]1986.

SAVIANI, Dermeval (2009), Escola e democracia, 41ª ed. Campinas: Autores Associados.

SNYDERS, Georges. Escola, classe e luta de classes. Lisboa-Portugal: Moraes Editores, [1976]1977.

MÓDULO II: CIÊNCIAS SOCIAIS E EDUCAÇÃO NO BRASIL

  • 13/05: Aula 9: Fernando de Azevedo, Anísio Teixeira e a Escola Nova

  • 20/05: Aula 10: Florestan Fernandes e a mudança educacional brasileira

  • 27/05: Aula 11 – Darcy Ribeiro e Paulo Freire: as transformações educacionais e o debate da descolonização do poder e do saber.

  • 03/06: Aula 12 – Seminário: Sociologia da educação no Brasil/ Antropologia da educação no Brasil: temas, pesquisas e debates recentes.

  • 10/06: Aula 13 – Seminário: Escola e o mundo do trabalho /Identidades e diferenças nos processos educacionais no Brasil

  • 17/06: Aula 14 – Seminário: Poder e política nos processos educacionais /Cidadania, movimentos sociais e políticas públicas para a educação

  • 24/06: FERIADO

  • 01/07: Aula 15 – Fechamento do semestre

Comments are closed.